389 Fiat Panda usados foram avaliados

389 Fiat Panda usados foram avaliados

De carplus.pt, Novodono, Easyavvisi e mais 116

Ofertas selecionadas

Ofertas selecionadas

Ofertas selecionadas

Ofertas selecionadas

autouncle-certified

Preço-verificado pela AutoUncle

Super Preço

Bom preço

Preço justo

Um pouco caro

Caro

Ser notificado sobre quedas de preços

Fiat Panda

Vantagens

  • O teto alto faz-nos sentir num carro espaçoso.
  • Boa qualidade de construção.
  • A Terceira geração trouxe consigo excelentes opções de motor.

Desvantagens

  • O interior do Pando traz com ele um sentimento de “barato”.
  • Falta de opções de equipamento comparado com os rivais.

Descrição

O Fiat Panda é a marca registada de hatchback na Europa, devia saber o que esperar deste modelo. De certeza que preenche todos os requisitos de estilo elegante, custos operacionais e um estilo kart que é perfeito para uso urbano.

Segunda Geração Fiat Panda (2003 - 2012):

O successor do Seicento – a segunda geração Panda – é impossível de comparar com a engenharia do primeiro Panda de quase há dez anos atrás. Isto, é provavelmente bom. Enquanto mantendo um estilo compacto, e custos de manutenção baixos, a segunda geração junta ainda uma boa qualidade de construção, um interior elegante e uma direcção precisa.
A gama de motores é gigante, tendo doze edições diferentes começando com os 1.1, 1.2 e 1.3. Dada a pequena dimensão do carro, todos eles são adequados para a condução urbana e até mesmo o 16v, 1.3 tem um consumo razoável. Viagens de longa duração não são de todo para o Panda. O seu teto alto dá a ilusão de espaço, mas este pequeno carro não é construído para tantos quilómetros de uma só vez.
Ao longo dos nove de produção, o Panda foi sujeito a pelo menos três revisões na gama, sem mencionar o lançamento de dez edições especiais! A revisão de 2005 deu a toda a gama ABS como equipamento básico, a revisão de 2007 melhorou os estofos e a grande revisão de 2009 melhorou os motores 1.1 e 1.2 com os novos modelos “Eco”.

Terceira Geração Fiat Panda (A partir de 2012):

Uma década após algumas mudanças na revisão de 2009 a terceira geração Panda foi lançada. Já era altura para uma nova evolução. Utilizando a nova plataforma urbana, o trabalho da Fiat no Panda foi uma das mais agradáveis da história. A gama de propulsores é menor, mas mantém ainda os três básicos. O motor de 1 litro foi substituído por um motor inovado 0.9 litros, ou seja, o motor trabalha a 0.9,1.1 e 1.2 litros. A eficiência de consumo no 0.9 é legendária e ainda apontado muitas vezes como o motor perfeito para cidade.
Os acabamentos são melhorados mas ainda básicos, como esperado num carro para pequenos orçamentos. Toda a gama é pequena em termos de ferramentas e acessórios, oferecendo a opção de GPS nas modelos premium. Considerando a utilidade do GPS em cidade, fica como uma falha num carro desenhado para utilização urbana.

Conclusão

O VW up! e o Ford Ka, são simplesmente melhores de conduzir do que o Panda. Dito isto, se vai alugar um carro para um curto período de tempo e está interessado em obter bons níveis de consumo em cidade, o Panda é uma boa escolha. Certifique-se que aluga um dos Pandas com os níveis de acabamento mais elevados visto que as opções mais baixas desapontam um bocado em termos de equipamento.

Todos regiões para Fiat Panda

Todos tipos de combustível para Fiat Panda

Todos anos para Fiat Panda

Todos tipos de caixas para Fiat Panda

Todos tipos de carroçaria para Fiat Panda

Todos nível de acabamento para Fiat Panda